Workstation 💻📱📓 (início 2018)

Software 💽

Windows 🐱‍💻

Tenho uma instalação do Windows 10 Pro, com Hyper-V habilitado e outra entrada de boot com Hyper-V desabilitado, que uso quando trabalho com vagrant + Virtualbox. Por padrão uso o Hyper-V habilitado com o Docker for Windows.

O Windows Subsystem for Linux (WSL) está ativado, e uso para testar coisas de frontend web e verificar o status atual da ferramenta. O Rich Turner (@richturn_ms) e equipe estão fazendo um trabalho sensacional.

GNU/Linux 🐂🐧

Uma instalação em Logical Volume Manager (LVM) do KDE Neon, distribuição baseada no Ubuntu LTS mas com atualizada constantemente com as últimas versões do KDE Plasma 5.

Como shell uso o combo ZSH + OhMyZsh! + plugins. A lista de plugins é enorme, mas esses são os principais:

  • zsh-autosuggestions – autocomplete a la FiSH, facilita muito a vida
  • docker e docker-compose – autocomplete dos comandos sugeridos, incluindo o alias dco para docker-compose
  • git – uma série de aliases e autocomplete para o git. Os que mais uso são o gst para git status e gpsup para git push set upstream.
  • zsh-nvm – gerenciador de versões de nodeJS. Esse plugin já instala e adiciona autocomplete para o nvm.

Navegador 🌎

Devido à necessidade de estar em múltiplas plataformas ao mesmo tempo, optei pelo Mozilla Firefox versão estável como navegador padrão. Uso a versão Developer Edition no Linux.

Uso o Google Chrome como principal navegador de debugging, o developer tools dele é incomparável.

Editores 📝

Juntamente com o shell, os editores de texto compõe minha caixa de ferramentas de trabalho.

Atualmente tenho me dedicado 99% a frontend, e como editor padrão não poderia escolher outro além do Visual Studio Code. Já vem pronto para trabalhar com JavaScript/TypeScript fora da caixa, mas com alguns plugins fica perfeito.

Quando pego algum projeto com backend não NodeJS, alterno entre Atom para Php e Ruby e Visual Studio Community Edition 2017, para .NET e cliente SQL Server.

O Vim é meu canivete suíço para a tarefas mais corriqueiras como edição de /etc/hosts e outros etc.

Hardware 💻

Atualmente estou com um notebook da Acer, modelo Aspire E15-G. É um modelo de entrada para intermediário voltado para o mercado brasileiro, com tela ainda HD (1366×768), processador Intel Core i5, 8GB de RAM, placa de vídeo dedicada Nvidia Geforce 920m que quebra um galho para jogos indie 2D e até alguns 3D.

No armazenamento fiz um upgrade com um SSD no lugar do drive de DVD, então ficou assim:

  • 1 SSD de 120GB para Windows 10 Pro e aplicativos que uso com frequência;
  • 1 HDD, majoritariamente para armazenamento de arquivos, programas supérfluos e jogos no Windows e uma instalação particionada do KDE Neon para desenvolvimento.

Periféricos ⌨️🖱🎮🎧

São voltado basicamente para criação de conteúdo e consumo.

  • 1 Controle com adaptador sem-fio do Xbox 360
  • 1 Tablet Wacom Intuos, excelente custo-benefício
  • Kit Mouse + Teclado Microsoft 800, mas o mouse apresenta um erro extremamente chato no roda de scroll, então substituí por um Mouse Logitech M35.